olemenews.com

Desporto

Ferrari renova contrato de Sebastian Vettel até 2020 na F1

Share
Supremo suspende feriado de 2ª feira nos bancos- image FORMULA1-567x410 on https

Com a primeira posição, o tricampeão igualou o recorde de Michael Schumacher de poles na história.

Após três semanas de férias, a Fórmula 1 retornou e a briga entre Hamilton e Vettel pela liderança do Mundial de Pilotos esquentou.

Raikkonen, que recentemente renovou o seu contrato para 2018 com a Ferrari, registrou seus melhores tempos na parte inicial da sessão, antes da forte chuva que praticamente inviabilizou o treino nos minutos finais - o tempo instável já é tradição no circuito de Spa-Francorchamps. De quebra, o Homem de Gelo também bateu o recorde da pista.

Depois de não dar nenhuma volta cronometrada na última sexta-feira após um acidente no TL1, Felipe Massa foi para a pista na manhã deste sábado, mas não teve bom ritmo em sua WIlliams. Só depois ficou Valtteri Bottas, a 0,922s, talvez a maior desilusão. "Não encontrei o ritmo, especialmente nos períodos mais curtos", avaliou o piloto.

A principal vítima do Q1 foi Felipe Massa. Ainda assim ficou a mais de 1,3 segundos do melhor tempo. O brasileiro ainda sofrerá uma punição de cinco posições por ter ultrapassado o limite da pista no terceiro treino livre. Afinal, o alemão nunca escondeu o desejo de pilotar pela escuderia, e justamente neste ano foi presenteado com um carro competitivo que o coloca na briga por mais um título da categoria. Mostra que a situação é crítica para o momento. Carlos Sainz Jr. (ESP) Scuderia Toro Rosso-Renault +2.026s 10.

Sebastian Vettel, da Ferrari, que está 14 pontos na frente do britânico faltando nove corridas para o fim do campeonato, ficou ao lado do rival na primeira linha do grid, com o tempo de 1:42.795.

Share