olemenews.com

Global

Naufrágio em Salvador deixa ao menos 22 mortos; governo decreta luto

Share
Itaparica67

Vinte e duas morreram esta quinta-feira num naufrágio de uma lancha no Brasil. Na terça-feira, um outro naufrágio no rio Xingú, no estado do Pará, morreram pelo menos 21 pessoas e 23 pessoas foram resgatadas com vida.

De acordo da Associação de Transportadores Marítimos da Bahia, a Cavalo Marinho I, com capacidade para transportar 160 pessoas, estava com 129 passageiros e quatro tripulantes a bordo, e tinha saído do terminal de Mar Grande, na Ilha de Itaparica, com destino a Salvador. O acidente ocorreu a 200 metros do Terminal marítimo. Um barco de passageiros com cerca de 70 ocupantes naufragou na madrugada desta quarta-feira num dos caudalosos rios do interior do estado brasileiro do Pará, no coração da selva amazónica. A lancha, da empresa CL, fazia a travessia Salvador-Mar Grande. As vítimas estão sendo encaminhadas à UPA de Mar Grande e ao Hospital de Itaparica.

A Marinha ressalta que como embarcações particulares também fizeram resgates, não é possível afirmar precisamente o número de pessoas retiradas do mar.

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), até o início da tarde desta quinta, 89 feridos haviam sido encaminhados para diversas unidades de saúde e hospitais. Familiares e amigos das vítimas se concentram nos pontos de embarque de Salvador e da ilha à espera de notícias.

O órgão de policiamento costeiro encaminhou três embarcações para prestar assistência às vítimas e promover as ações de resgates.

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), e o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), postaram notas de pesar em suas respectivas contas nas redes sociais. "Estou acompanhando pessoalmente esta difícil operação desde cedo e todas as providências foram tomadas imediatamente".

O número de mortos ainda não foi confirmado - inicialmente, a Marinha falou em 22 mortos, mas o IML (Instituto Médico Legal) diz que até o momento contabilizou 18, embora pondere que esse número pode subir.

Share