olemenews.com

Entretenimento

Motorista atropelou dois policiais após ataque em Barcelona, diz polícia

Share
Carrinha desgovernada atropela várias pessoas nas Ramblas em Barcelona

As autoridades também confirmaram 13 mortos e 50 feridos. Ainda não se sabe sua identidade.

"Ele atropelou tudo o que podia".

O mesmo modus operandi de atropelamento de aglomerados já havia sido registrado em outras cidades europeias desde o ano passado, como em Londres, Nice, Berlim e Estocolmo.

- O veículo percorreu uma distância de cerca de 500 metros até que se imobilizou.

- Testemunhas disseram que, após o atropelamento, o condutor da carrinha fugiu a pé.

"Há muitas ambulâncias e policiais armados com rifles por aqui agora", relatou Turner.

Pelo Twitter, a polícia pede aos cidadãos que se comuniquem através das redes sociais e não utilizem as linhas telefônicas. Em 7 de abril, um motorista avançou com um caminhão sobre pedestres e deixou cinco mortos. Claudia Pais chegou a escrever que, do interior da loja, se ouviram helicópteros e disparos ao longe.

Catarina Simões "estava sentada a comer junto à zona de Las Ramblas" quando aconteceu o ataque. "Havia muitas pessoas, muitas famílias, esse é um dos locais mais visitados de Barcelona". "Acabámos por ler que a polícia estava a evacuar a área. Então eles fecharam as portas e pediram que as pessoas esperem aqui". "No final, um polícia pediu que deixássemos a loja e levou-nos para uma zona restrita".

"Os executantes do ataque de Barcelona são soldados do Estado Islâmico e levaram a cabo a operação em resposta a apelos para atingir os Estados da coligação", diz a Amaq, referindo-se à coligação liderada pelos Estados Unidos contra o grupo extremista.

Turista português de férias em Barcelona conta o sucedido. É uma questão de respeito, mas também de segurança.

Share