olemenews.com

Global

Postagem de Obama sobre Charlottesville é o tweet mais curtido da história

Share
Obama cita Mandela aos racistas de Charlottesville

De acordo com o site Favstar, que reúne os posts mais curtidos e retuitados do Twitter, o comentário de Obama ultrapassou em número de curtidas uma mensagem da cantora Ariana Grande sobre o atentado terrorista após seu show em Manchester, em maio.

O antigo Presidente dos E.U.A., Barack Obama, comentou recentemente a manifestação neonazi ocorrida em Charlotesville, no estado norte-americano da Virgínia.

Obama citou o líder Nelson Mandela, fazendo uma série de referências ao amor e ao ódio aprendido e compartilhado pelas pessoas. A mais popular delas, na qual ele aparece sorrindo para um grupo de crianças, alcançou mais de 3 milhões de likes.

Além disso, no Twitter, a sua plataforma favorita para tecer comentários sobre a actualidade, o Presidente norte-americano tem-se mantido discreto. "Ninguém nasce a odiar outra pessoa por causa da cor da sua pele, antecedentes ou religião" lê-se.

Obama se manifestou logo após a morte da ativista Heather Heyer.

Uma publicação do ex-presidente dos Estados Unidos no Twitter tornou-se o 'tweet' com mais gostos de sempre nesta rede social. Esta citação foi retirada da autobiografia de Mandela Um Longo Caminho Para a Liberdade. "O tuíte foi sucedido pelo resto da citação, em outras duas mensagens: "... as pessoas precisam aprender a odiar, e se elas podem aprender a odiar, elas podem ser ensinadas a amar. É nesse último tuíte que Obama deixa claro que as frases são de Nelson Mandela. "O amor vem mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto". Os supremacistas protestaram contra negros, imigrantes, gays e judeus.

Share