olemenews.com

Negócios

Governo reduz valor do salário mínimo previsto para 2018

Share
Governo baixa previsão do salário mínimo para R$ 969 em 2018

A previsão de que o salário mínimo no ano que vem seria de R$ 979 está na proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2018, enviada pelo governo ao Congresso em abril e sancionada pelo presidente Michel Temer no início de agosto.

O governo baixou de R$ 979 para R$ 969, ou seja, R$ 10 a menos, a previsão para o salário mínimo em 2018, segundo números divulgados pelo Ministério do Planejamento.

Atualmente, cerca de 45 milhões de pessoas no Brasil recebem salário mínimo, entre elas aposentados e pensionistas, cujos benefícios são, ao menos em parte, pagos pelo governo federal, já que a Previdência é deficitária (arrecada menos do que gasta). Por isso a correção do do salário mínimo em 2018 também deve ser menor. Com isso, não haverá alta real (acima da inflação) do salário mínimo no ano que vem. Não custa lembrar que praticamente tudo que se produz no Brasil é transportado pela malha viária, em caminhões, que utilizam combustíveis fósseis, como o diesel. O benefício destes é pago, em parte, pelo Governo Federal.

No caso de 2018, portanto, será somado o resultado do PIB de 2016, que foi de queda de 3,6%, com o INPC de 2017, que só será conhecido no começo do ano que vem.

Impacto - Os impactos com o reajuste do valor do salário mínimo no Brasil poderão ser sentidos dos dois lados: tanto nas contas dos entes públicos, que terão que adequar os vencimentos ao novo valor, aumentando os gastos com pessoal, quanto para a economia, que verá injetados bilhões de reais a mais em tempos de crise. Entretanto, o governo está prevendo agora que a variação do INPC será menor que a estimada antes. Atualmente, o salário mínimo é de R$ 937.

O professor de direito financeiro do Mackenzie, Ricardo Chimenti, acredita que, se por uma lado a redução de R$ 10 representa uma economia de R$ 3 bilhões para o governo, por outro é uma perda para a população que vive do mínimo. Isso porque, com a inflação em baixa, os preços de produtos e serviços tendem a se manter estáveis ou a subir pouco, impactando menos no poder de compra do salário do trabalhador.

Share