olemenews.com

Global

Ex-marido de Dilma Rousseff morre no Rio Grande do Sul

Share
Reprodução					Clique para ampliar		
		Carlos Araújo estava internado em Porto Alegre

Ele era ex-marido da presidente Dilma Rousseff, tinha 79 anos de idade e estava internado deste o mês de julho em um hospital em Porto Alegre. No entanto, as causas da morte não foram divulgadas. A pedido da família a causa da internação não foi divulgada pela assessoria de imprensa do hospital, que disse apenas não haver previsão de alta.

Carlos Franklin Paixão Araújo era advogado trabalhista.

Carlos Araújo conheceu Dilma Rousseff em 1969, quando militavam contra a ditadura militar na Vanguarda Armada Revolucionária Palmares (VAR-Palmares).

Foi da delegação brasileira para o festival da Juventude Comunista de Moscou, em 1957.

Entre 1983 e 1995 exerceu consecutivamente três mandatos como deputado estadual pelo PDT, partido que ajudou a fundar. Casaram logo depois e tiveram uma filha em 1976, Ana Paula. "Araújo marcou a vida política do Estado, por toda a sua história". Em 2000, junto com Dilma e outros correligionários, Araújo deixou o PDT e passou a se dedicar a o escritório que mantém na capital gaúcha. Foi neste período que conheceu Dilma, mais conhecia como Estela, presa em janeiro de 1970. Ela ainda não se manifestou. Carlos Araújo chegou a ser considerado um dos mais antigos e experiente especialista na legislação trabalhista no Brasil.

Nomeado em homenagem aos comunistas históricos Karl Marx e Luiz Carlos Prestes, Carlos Araújo nasceu em 1938, em São Francisco de Paula, no Rio Grande do Sul. "Com sua inteligência e inquietude sempre nos inspirava".

Share