olemenews.com

Global

Rafa Márquez, zagueiro do México, é sancionado por vínculo com narcotraficante

Share
Ex-zagueiro do Barcelona é investigado por suposta relação com o narcotráfico

Segundo o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, o jogador tem ligações com o tráfico de drogas e estaria entre 22 nomes a serem sancionados pelo país. Além disso, também estão na mira da Justiça outros 42 suspeitos, incluindo cassinos e um clube de futebol.

"O conjunto dos bens dessas pessoas, assim como das entidades, foi congelado e os cidadãos americanos estão proibidos de negociar com eles", completou.

As sanções são vinculadas ao suposto envolvimento do jogador com o narcotraficante Raúl Flores Hernández, que atuava a serviço do cartel de Sinaloa, no México. "Suas relações com os líderes destes carteis permitiram a Flores operar desde a década de 1980 em Guadalajara, Jalisco, e Cidade do México", informou o comunicado.

Além de Rafa Márquez está o cantor Julio Cesar Alvarez Montelongo. "Ambos os homens têm relações de longa data com Flores Hernández, e têm servido como figuras para ele e sua organização de tráfico de drogas e têm ativos em seu nome", disse o Tesouro norte-americano, conforme informações da Agência Estado.

Considerado pelos companheiros da seleção mexicana como 'El Patrón' (O Chefão), Rafa Márquez iniciou a carreira profissional em 1996 no Atlas aos 16 anos. O zagueiro atua pelo Atlas, time que o revelou, e já passou por Monaco, New York Red Bulls, Hellas Verona e León.

O defensor, que ainda não se pronunciou sobre as sanções, é um dos nomes mais famosos do futebol mexicano e defende a seleção desde 1997, tendo disputado quatro Copas do Mundo (2002, 2006, 2010 e 2014).

Share