olemenews.com

Entretenimento

Homem é preso após sequestrar modelo para vendê-la como escrava sexual

Share
Uma modelo participa do show durante a semana de moda na cidade colombiana de Medellín

O suspeito tinha sido detido no mesmo dia em que libertou a vítima, junto ao consulado britânico em Milão. "Era contra as regras deles" sequestrar mães, informou ainda.

A polícia italiana investiga por que Chloe Ayling saiu com seu sequestrador para comprar sapatos enquanto estava no cativeiro. Ambos disseram que os incríveis detalhes foram confirmados por investigadores e procuradores. "É incrível um homem sequestrar uma garota e, depois de uma semana, levá-la ao consulado e entregá-la", disse Pesce. "Eu entendo isso e continuarei a responder", disse Pesce.

A modelo britânica que foi sequestrada em 11 de julho em Milão voltou para a Inglaterra ontem.

"Acho que desmaiei. Quando acordei.me dei conta que estava no porta-malas de um carro, com minhas mãos e meus pés amarrados e minha boca tapada", contou a modelo, segundo declarações dadas à polícia publicadas pelo jornal italiano "Corriere della Serra".

"Uma pessoa com luvas pretas calçadas apareceu por trás e colocou uma mão no meu pescoço e outra na minha boca, enquanto uma segunda pessoa, com uma balaclava (um gorro que tapa toda a cara menos os olhos e boca), injectou-me algo no meu braço direito", afirmou a modelo, explicando que o ataque ocorreu quando esta se dirigiu a uma suposta sessão fotográfica. A modelo foi algemada, colocada dentro de uma mala e levada para a cidade de Borgial, no noroeste da província italiana de Turim.

A modelo britânica que foi raptada e mantida em cativeiro durante seis dias, em Itália, contou a sua versão dos factos às autoridades.

De acordo com a BBC, os sequestradores teriam tentado leiloá-la pelo equivalente a R$ 940 mil na chamada dark web (internet obscura), que engloba servidores de rede difíceis de serem rastreados facilitando o comércio de armas e drogas. Só não foi vendida como escrava sexual, através da internet, porque os raptores descobriram que ela é mãe. Ao mesmo tempo, os sequestradores exigiram do agente de Ayling o pagamento de um resgate.

Apesar de alegações de que o raptor poderia ser membro dos Black Death, organização que está alegadamente envolvida no rapto e venda de mulheres para escravidão sexual, a existência do grupo não foi confirmada - e pode não ser mais do que uma lenda urbana.

Share