olemenews.com

Saúde

Pagamento do abono do PIS/Pasep começa para nascidos em julho

Share
Governo divulgou o cronograma de pagamentos do abono salarial do PIS  Pasep de 2017 e 2018

A Caixa Econômica Federal destinou cerca de R$ 16,5 bilhões para pagamento deste ano.

A Caixa ainda oferece a população o Aplicativo Caixa Trabalhador, onde você se pode se informar sobre o PIS, o Abono Salarial e o Seguro-Desemprego, além de conferir o calendário de pagamentos e tirar dúvidas, tudo online!

Neste mês, 2 milhões de trabalhadores vão receber o abono PIS-Pasep 2017. O calendário pode ser consultado no site da Caixa.

Segundo a Caixa, tem direito ao Abono o trabalhador inscrito no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), há pelo menos cinco anos, que trabalhou formalmente por pelo menos 30 dias em 2016, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos e que teve seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), ano-base 2016. Caso isso não tenha ocorrido, deve-se procurar uma agência do Banco do Brasil e apresentar um documento de identificação.

Para sacar, o trabalhador deve utilizar o Cartão Cidadão e senha cadastrada a uma casa lotérica, a um ponto de atendimento Caixa Aqui ou aos terminais de autoatendimento da Caixa.

Quem não possui o cartão cidadão deve comparecer a uma agência da Caixa levando um documento para identificação e assim realizar o saque. Em agosto, poderão sacar os trabalhadores nascidos neste mês, e assim sucessivamente. Também é possível obter as informações pelo 0800 726 0207.

Já os funcionários públicos que não têm conta no BB também começam a receber hoje.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 158 da Central de Atendimento Alô Trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Se ela trabalhou durante os 12 meses, vai receber o valor integral do benefício, que é de um salário mínimo (R$937).

Os trabalhadores que não sacaram até dia 30 de junho o Abono Salarial calendário 2016/2017, ano-base 2015, também terão nova oportunidade para receber o benefício.

O valor do benefício vai depender de quanto tempo a pessoa trabalhou com carteira assinada em 2016, o ano base.

Share