olemenews.com

Global

Coreia do Norte faz novo lançamento de míssil

Share
Imagens de um evento comemorativo realizado na véspera do feriado nacional

A Coreia do Norte lançou um míssil esta sexta-feira, pouco antes da meia-noite no Japão - 16:00 em Lisboa - que atingiu a zona económica exclusiva japonesa, revelou a NHK, a estação pública do Japão, citada pela agência Reuters.

O porta-voz do Pentágono, capitão Jeff Davis, disse que o lançamento era esperado e ocorreu de Mupyong-ni, uma fábrica de armas no norte da Coreia do Norte.

Segundo o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe, o local em que o míssil caiu é um "espaço marinho no qual o país costeiro tem prerrogativas na utilização dos recursos naturais, tanto vivos como não-vivos, e responsabilidade na gestão ambiental (.) Uma reunião do Conselho de Segurança Nacional será convocada e o Japão tomará as medidas necessárias para garantir a segurança de seus cidadãos".

O governo japonês "continua recolhendo e analisando os dados disponíveis" e considera que o teste representa "uma clara e inaceitável violação das resoluções das Nações Unidas", afirmou Suga. Segundo ele, o Japão protestou nos termos mais fortes possíveis.

A ação da Coreia do Norte também teve repercussão fora da região do Pacífico. Para a Rússia, a julgar pelas características técnicas do lançamento, o projétil em questão seria "um míssil balístico de médio alcance".

8 de outubro de 2006O primeiro teste nuclear da Coreia do Norte provocou um terremoto de 4,3 graus de magnitude. Isto significa, em teoria, que a arma pode alcançar o Alasca. Provocando um tremor mais forte, de 5,1 graus, a bomba foi miniaturizada, de acordo com o governo norte-coreano.

O novo teste acontece semanas depois de Pyongyang ter testado com sucesso seu primeiro míssil balístico intercontinental.

5 de janeiro de 2016O quarto teste também causou um terremoto de 5,1 graus de magnitude.

Share