olemenews.com

Global

Apenas 5% dos brasileiros aprovam governo Temer, diz Ibope

Share
Mais de 50% da população considera governo Temer pior que o de Dilma, aponta Ibope

Entre os que aprovam a maneira de governar, eram 20% em março, agora são apenas 11%. Houve um aumento da rejeição e uma redução da avaliação positiva.

O gerente executivo de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca, afirmou que o envolvimento do nome do presidente Temer em acusações de corrupção "certamente" teve impacto na queda de popularidade do governo.

Ainda segundo a observação de um analista político ouvido pela reportagem do Correio do Brasil, esses números impactam na decisão que os parlamentares precisarão tomar, no início de Agosto. Sem aval da Câmara, o STF (Supremo Tribunal Federal) não pode julgar o presidente.

"A popularidade já era baixa em razão da crise econômica, mas tinha grande parte da população acreditando na retomada, na continuidade das reformas e que a solução estaria próxima".

O índice de rejeição a Temer - os que consideram o governo ruim ou péssimo - foi de 70%. Ao mesmo tempo, apenas 10% disseram confiar em Temer, queda sobre os 17% de março. Para 65% o restante do governo será ruim ou péssimo, enquanto apenas 9% acreditam que será ótimo ou bom. Para 21% o governo é regular e para 5%, é ótimo ou bom.

Avaliação negativa de Temer chega a 70%.

O levantamento também apontou que 64% apontaram que o noticiário é desfavorável ao governo de Michel Temer. Já 52% consideraram o governo Temer pior que o de Dilma.

Este índice de aprovação é o menor registado pelo IBOPE desde que começou a recolher estes dados, em março de 1986. Deverá ser regular de acordo com 22%, e 9% dizem esperar uma continuação boa ou ótima.

Esta é a segunda pesquisa Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e foi realizada entre 13 e 16 de julho.

O instituto de pesquisa ressaltou que, por conta da margem de erro da pesquisa de dois pontos percentuais para mais e para menos, tecnicamente Temer e Sarney estariam empatados.

Share