olemenews.com

Global

Partido político das Farc será lançado em 1º de setembro

Share
24/07/2017

15:55

Por Danielle Pereira

+













Farc lançará partido político em setembro Farc terá partido político para os próximos anos

Segundo a AFP, Timochenko, líder do grupo, ou Rodrigo Londoño, em seu nome oficial, afirmou que o lançamento da sigla acontecerá no próximo dia 1º de setembro.

No plenário realizado, o ex-grupo guerrilheiro procurou traçar os alinhamentos para formar o seu partido politico e definir os candidatos que disputarão futuras eleições.

As Farc estão projetando o que será "esse grande ato político-cultural" daquela que foi a principal e mais antiga guerrilha do continente, acrescentou Lozada, cujo nome de batismo é Julián Gallo.

Em junho, as Farc anunciaram a conclusão do processo de desarmamento na Colômbia, que faz parte do acordo de paz assinado em novembro de 2016, após quatro anos de negociações.

"Estamos abertos ao diálogo com todas as forças e os movimentos políticos do país", assegurou a ex-guerrilheira Erika Montero, que adiantou que o coletivo terá um caráter "antipatriarcal" e "anti-imperialista", focando no gênero, nos jovens, e nas questões agrária e urbana. "Acertamos a paz para participar da política". O cientista, que é professor universidades de Georgetown (Washington) e Los Andes (Bogotá), considera que as Farc buscarão consolidar um partido político de esquerda, mas não necessariamente marxista.

As Farc têm um alto índice de desaprovação, que em maio chegava a 82%, segundo um estudo da empresa Gallup.

Ainda assim, Márquez, que integrou a equipa de negociadores da guerrilha na mesa de conversações, mostrou apreensão por eventuais tentativas de modificação do que foi acordado em Havana e, depois, ratificado pelo Congresso.

Os 61 membros do Estado-Maior Central das FARC-EP estão reunidos na capital colombiana desde domingo, tendo como objectivo analisar a implementação dos Acordos de Havana, bem como as teses políticas que vão apresentar no congresso, marcado para a última semana de Agosto, em que será constituído um novo movimento político.

"É o momento da Colômbia se afastar da época triste da UP", disse Márquez nesta segunda-feira.

Share