olemenews.com

Global

Ataque suicida mata 24 na capital do Afeganistão

Share
Afeganistão. Ataque suicida faz 35 mortos e 40 feridos em Cabul

O Talibã reclamou a autoria do ataque.

A explosão aconteceu pouco antes das 07:00 (3:30 em Lisboa) numa rua no Distrito Policial 3, no oeste da capital afegã, disse à agência Efe a porta-voz do Ministério do Interior, Najib Danish.

A área do ataque, a oeste da capital, é próxima da residência de um importante líder político afegão, Mohammad Mohaqiq.

O objetivo era atingir dois minibus com "interrogadores" dos serviços secretos afegãos, disse o porta-voz dos talibãs, Zabihullah Mujahid, num comunicado em que acrescentou que 37 membros dos serviços secretos morreram no ataque "com um carro repleto de potentes explosivos".

O The Guardian, que cita a polícia local, refere que a maioria dos mortos são funcionários do governo, que seguiam no autocarro.

- Estava em minha loja quando, de repente, escutei uma explosão terrível e, como resultado, todas as janelas de minha loja foram destruídas - afirmou Ali Ahmed, morador da região.

Desde janeiro de 2009, quando a ONU começou a contabilizar as vítimas civis do conflito afegão, foram registados 26.500 mortos e 49.000 feridos.

Desde então o EI tem ganhado terreno no norte do Afeganistão e atacou em várias ocasiões mesquitas e reuniões xiitas, em Cabul mas também em Mazar-i-Sharif (norte), onde em outubro atentou contra as festas da Achurah, a principal celebração religiosa da comunidade xiita.

Este atentado ocorreu duas semanas depois de um outro atentado a uma mesquita, que fez pelo menos quatro mortos e foi reivindicado pelo Estado Islâmico. O presidente do país, Asharaf Ghani, condenou a ação.

Share