olemenews.com

Saúde

Vocalista do Linkin Park, Mike Shinoda, lamenta morte do amigo, Chester Bennington

Share
Chester Bennington homenageou Chris Cornell em funeral- Reprodução  Instagram/@chesterbe/@chriscornellofficial

O vocalista dos Linkin Park, Chester Bennington, morreu esta quinta-feira em Los Angeles.

Fontes da polícia de Los Angeles informaram ao TMZ que o vocalista foi encontrado enforcado na manhã de hoje. A suspeita é de enforcamento. Chester era casado e tinha seis filhos.

Cerca de duas horas antes do anúncio da morte de Chester Bennington, vocalista do Linkin Park, a banda divulgou o clipe de "Talk to myself", faixa presente no mais recente álbum do grupo, "One more light". Em entrevista concedida do ano passado, o cantor revelou que já havia pensado em suicídio. Exatamente 64 dias após Chris Cornell, vocalista dos Soundgarden, figura de proa do movimento grunge e grande amigo de Bennington ter falecido do mesmo modo. Ele também enfrentava problemas com álcool e drogas. Cornell cantava "Crawling" com os Linkin Park e Benington retribuía com uma participação na música "Hunger Strike".

Os Linkin Park estrearam-se ao vivo em Portugal em setembro de 2003, com um concerto no Pavilhão Atlântico. Ele era um homem tão doce e talentoso. Nas redes sociais, as reações sobretudo negativas dos fãs de longa data não se fizeram esperar, assim que se aperceberam que a banda norte-americana havia colocado de lado o híbrido de rock radiofónico e hip-hop (muitos chamaram-lhe nu metal) pelo qual se tornou conhecida, em nome de uma sonoridade mais próxima do r&b e da pop que enche estádios.

O primeiro disco da banda com Chester Bennington foi Hybrid theory, de 2000. "O meu coração está com a família e amigos". Já Ryan Seacrest, também apresentador, resumiu o ocorrido como algo "devastador" e "uma perda muito trágica".

Share