olemenews.com

Saúde

Morre Marco Aurélio Garcia, ex-assessor de Dilma e Lula

Share
Agência Brasil 2/3

O ex-assessor especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais nos governos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de Dilma Rousseff, Marco Aurélio Garcia, morreu hoje (20), em São Paulo, vítima de um infarto, aos 76 anos.

Rui Falcão, ex-presidente do PT, também escreveu sobre Marco Aurélio Garcia e lamentou o falecimento.

Destacado líder na construção e execução da política externa brasileira durante a gestão do ex-presidente Lula, ele teve importante papel na construção dos Brics e na decisão dos governos petistas de priorizar as relações Sul-Sul.

Formado em História e em Ciências Jurídicas e Sociais com licenciamento em Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Garcia era professor do Departamento de História do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). Durante o regime militar no Brasil, ficou exilado por nove anos no Chile, retornando em 1979. Nas eleições de 1994, 1998 e 2006 coordenou o Programa de Governo do Presidente Lula, e também o Programa de Governo da Presidente Dilma Rousseff na eleição de 2010. "Era um amigo querido, de humor fino e contagiante, sempre generoso e cheio de ideias, dono de uma mente arguta e brilhante".

Seu protagonismo na política externa do governo Lula em todos os assuntos relativos à América Latina e sua amizade com muitos dos líderes regionais da época levaram muitos a chamá-lo de "chanceler na sombra".

Foi secretário de Cultura nos municípios de Campinas (1989-1990) e São Paulo (2001-2002), e vice-presidente do Partido dos Trabalhadores de outubro de 2005 a fevereiro de 2010.

Abaixo, o vídeo do Arquivo Projeto "Brasil Nunca Mais", em Marco Aurélio Garcia conduz o resgate da memória da ditadura no país. Conversamos sobre a vida e os momentos terríveis que o país atravessa.

Share