olemenews.com

Global

Bloco de gelo com 6 mil quilómetros quadrados solta-se

Share
Iceberg 3 vezes maior do que SP despenca na Antártida

O bloco de gelo é maior que a cidade de Brasília e agora está solto no mar. É bastante difícil prever o futuro desse iceberg. O satélite Aqua, dos Estados Unidos, captou o icerberg ao passar próximo à plataforma Larsen C e identificou água limpa entre o bloco e o continente. Adrian Luckman, professor da Universidade de Swansea e que monitora o "A68", afirmou que uma das possibilidades é que o iceberg se quebre em vários outros blocos menores.

Um iceberg três vezes maior que a cidade de São Paulo está a deriva no mar. Na manhã desta quarta-feira (12), cientistas da Universidade de Swansea, no Reino Unido, confirmaram que o bloco de gelo gigante se desprendeu na Antártida, e agora ameaça as embarcações. Porque eles já flutuam no oceano, a sua fusão não contribui diretamente para a elevação do nível do mar. No entanto, as plataformas de gelo agir como contrafortes segurando geleiras que fluem para a costa. Mas em dezembro o ritmo aumentou a patamares nunca vistos, com a fenda avançando 18 km em apenas duas semanas. "Este, com certeza, será rastreado muito facilmente por satélite", disse à AFP Mark Drinkwater, especialista em gelo da Agência Espacial Europeia (ESA).

A separação não vai afetar o nível do mar, uma vez que o gelo que já se desprendeu já estava no oceano.

Agora, este imenso bloco de gelo, com 200 metros de largura, não será fácil de se movimentar, mas de qualquer forma é necessária vigilância uma vez que, devido às correntes e ventos pode ser deslocado para o norte da Antártida e causar problemas na circulação do mar. O temor dos cientistas é que ela comece a desmoronar, como aconteceu com as plataformas Larsen A e B, em 1995 e 2002, respectivamente. As ações humanas elevaram a temperatura média global do ar em cerca de um grau Celsius desde a era pré-industrial, de acordo com cientistas, e a Antártica é uma das regiões que aquece mais rapidamente do mundo.

Share