olemenews.com

Negócios

Microsoft planeja cortar 3 mil vagas em reestruturação

Share
Microsoft demitirá milhares de funcionários em processo de reorganização

A Microsoft planeja cortar milhares de empregos, a maioria deles fora dos Estados Unidos. Na época, porém, cerca de 8 mil vagas foram cortadas na divisão de dispositivos móveis da empresa, que tinha se integrado recentemente à área de celulares da Nokia, comprada pela Microsoft por US$ 7,2 bilhões em 2014.

A multinacional tecnológica norte-americana irá "proceder a estas mudanças para melhorar o serviço dos clientes e parceiros", disse à AFP um porta-voz da empresa através de correio electrónico.

De acordo com a própria Microsoft, alguns funcionários já começaram a ser notificados, seja porque seus postos estariam sob observação ou mesmo porque seriam eliminados. Como todas as empresas, revisamos nossos negócios regularmente.

A Microsoft confirmou nesta quinta-feira, 6, que vai cortar até 10% da sua equipe global de vendas.

Desde a semana passada surgem versões sobre possíveis anúncios da Microsoft para reduzir o número de funcionários.

Questionada pelo portal G1 sobre a possibilidade de haver demissões no Brasil, a Microsoft saiu pela tangente: "Estamos tomando medidas para informar alguns funcionários de cargos que estão em avaliação ou posições que serão eliminadas". As demissões fazem parte de uma reestruturação da companhia, que aumenta a aposta em computação em nuvem, setor em crescimento que está "compensando" a desaceleração do mercado de PCs.

Share