olemenews.com

Negócios

Sport e Náutico anunciam desligamento do torneio — Copa do Nordeste

Share
Copa do Nordeste: Sport e Náutico anunciam desligamento do torneio

Sobre o Pré-Nordestão, a conclusão é de que: caso fique definida a permanência do Santa, dentro da Liga, e considerando a anunciada desfiliação do Sport Club do Recife, conforme o regulamento, o Tricolor teria vaga direta na competição. Cinco edições após retornar em grande estilo, a Copa do Nordeste sofreu uma dura pancada nesta segunda-feira (03).

Em entrevista ao comentarista Ralph de Carvalho no "Bate-Rebate: Futebol", o dirigente de futebol do Santa Cruz, Jomar Rocha, falou sobre a decisão dos tricolores de não acompanhar Sport e Náutico na saída da Liga do Nordeste. "Sequer nos escutaram. Colocaram lá em votação e tudo já estava armado". Não conseguimos nem apresentar nossa ideia - declarou o presidente do Sport, Arnaldo Barros. "Eu também não concordo com o que o Estadual paga". A diferença é que aqui somos acolhidos quando queremos negociar. Mas se desfiliar da Liga do Nordeste é fácil, o complicado vai ser o clube se recusar a disputar uma competição que é promovida pela CBF e faz parte do calendário oficial da entidade. E não aceitamos isso.

"Não sei como o Sport pode alegar prejuízo se apenas por participar da competição em 2017, ele ganhou mais R$ 2 milhões, fora as rendas que teve nos jogos como mandante". Caso ninguém decida aderir, vamos em busca de convidados de fora para vir jogar - explicou o dirigente do Leão. O Executivo solicitou uma reunião, junto ao Conselho Deliberativo.

De acordo com Emerson Barbosa, diretor do Náutico, a divisão dos valores entre todos os clubes se não prejudicial aos clubes maiores.

Apesar de ter a dívida de um empréstimo com a dona dos direitos de transmissão da Copa do Nordeste, o diretor do Náutico afirmou que o fator não impede que o clube alvirrubro rompa com a Liga do Nordeste. "Iremos honrar essa quantia". Não há problemas com isso - frisou Toninho Monteiro.

Por fim, Arnaldo Barros fez questão de desmentir que se tratou de uma decisão elitista, para favorecer os grandes e congelar os pequenos. "É visando melhoria para todos os clubes, que são os responsáveis pelo futebol da região", finalizou.

Share