olemenews.com

Desporto

Palmeiras bate o Bahia em Salvador — Brasileirão

Share
Tricolores fazem fila na Fonte Nova

O Palmeiras viajou com mais antecedência para o local da partida diante do Bahia, neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

"Complicado, né? A gente sabia da qualidade do Palmeiras".

Saindo atrás no placar o Bahia resolveu se arriscar um pouco e conseguiu empatar depois da insistência com Vinícius depois de três tentativas. Boa notícia, já que o estádio será palco do jogo contra o Palmeiras, hoje, às 16h.

Em partida movimentada, Verdão chega a levar sufoco, mas consegue vencer no contra-ataque.

Com 44 jogados, o Tricolor surpreendeu e apostou na jogada individual para empatar o confronto. No primeiro gol do Bahia, por exemplo, o belo drible de Zé Rafael sobre Mina desmontou a defesa, que ficou igual barata tonta assistindo às defesas de Prass até que saísse o gol.

Os paulistas começaram o segundo tempo em cima e balançaram as redes logo aos dois minutos novamente com Róger Guedes, mas a arbitragem assinalou impedimento.

Assista aos gols da vitória do Palmeiras sobre o Bahia por 4 a 2! No lance seguinte, o Bahia descontou. Mas o Palmeiras matou o jogo no contra-ataque, com Willian.

Para a vaga do Bigode, Borja e Erik brigam para serem titulares no ataque. Na sobra, o atacante dominou e, sem deixar cair, emendou um sem-pulo acertando o canto de Jean, que nada pôde fazer. Na próxima rodada, o Verdão recebe o Atlético-GO, enquanto o Bahia visita o Corinthians.

O time de Salvador volta a campo na quinta-feira, quando vai a São Paulo enfrentar o líder Corinthians, que ainda está invicto na competição. O Bahia tem o mesmo número de pontos, mas está logo à frente pelos números de gols marcados (13 a 11). Houve ainda no segundo tempo outros lances de perigo assim, puxados pelo mesmo Zé Rafael e por Renê Junior. O centroavante, porém, é reserva de Edigar Junio. O jogador tinha sido titular nas dez partidas anteriores. Keno recebeu passe de Guerra, ganhou da marcação na corrida, mas acabou derrubado por Rodrigo Becão. Róger Guedes bateu o pênalti e abriu o placar. Pior, não havia marcado um gol sequer fora de casa.

Aos 15 minutos, começou a brilhar a estrela de Keno. Vinícius, autor do outro gol tricolor, fez 7.10.

Com 18 jogados, foi a vez de Jean desperdiçar um presente de Guerra.

Share