olemenews.com

Global

Mais de 120 imigrantes estão desaparecidos após naufrágio no Mediterrâneo, diz organização

Share
Mediterrâneo: 126 imigrantes estão desaparecidos após naufrágio

Pelo menos 126 migrantes estão desaparecidos após o naufrágio da embarcação em que seguiam, ao largo da Líbia, declarou hoje um porta-voz da Organização Internacional para as Migrações (OIM), citando o relato de sobreviventes.

Pescadores líbios de passagem resgataram os dois sudaneses, além de dois nigerianos, que foram os únicos sobreviventes, e os colocaram em outro barco de imigrantes. Mais de 120 imigrantes, em sua maioria sudaneses, embarcaram na quinta-feira no país africano em um bote que naufragou poucas horas depois. Esta foi socorrida graças à intervenção da guarda costeira italiana.

Di Giacomo disse que a organização conseguiu confirmar o relato dos quatro sobreviventes comparando com o de outros imigrantes que estavam na segunda embarcação. Gangues líbias construíram um lucrativo comércio de transporte de imigrantes em barcos frágeis para a Itália, onde mais de 65 mil chegaram neste ano.

A OIM participa da chegada de imigrantes aos portos italianos e esteve com os sobreviventes sudaneses, que contaram sobre a tragédia no Mediterrâneo.

Cerca de 1828 pessoas morreram desde janeiro de 2017 ao tentar atravessar o Mediterrâneo em busca de um futuro melhor, segundo o mais recente balanço desta agência especializada das Nações Unidas.

Share