olemenews.com

Saúde

Confira 7 mitos e verdades sobre a doação de sangue

Share
Vereador Filipe Martins visita Hemocentro

O Caribe tem uma maior porcentagem de doadores voluntários (54,9%) que a América Latina (43,2%), bem como um número maior de pessoas doando sangue. É importante lembrar que o sangue é essencial para os atendimentos de urgência, realização de cirurgias de grande porte e tratamento de pessoas com doenças crônicas, como a Doença Falciforme e a Talassemia, além de doenças oncológicas variadas que, frequentemente, necessitam de transfusão.

Com a chegada do inverno e das férias escolares, ocorre, tradicionalmente, uma queda no estoque dos bancos de sangue de todo o País. Por outro lado, para ter uma reposição no mínimo eficiente, seria necessário um acréscimo em torno de 20% dos doadores de sangue, segundo a Fundação Hemoba, localizada no bairro da Vasco da Gama, em Salvador.

Para doar sangue é preciso seguir algumas regras: estar munido com documento oficial com foto, como a carteira de identidade ou de motorista.

No Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorado nesta quarta-feira (14), o Sport realiza uma campanha para estimular a solidariedade.

Ministério da saúde lançou esta semana, a Campanha Nacional de Doação de Sangue de 2017, com o objetivo de incentivar a doação regular de sangue e adquirir novos doadores. Também ficará mais fácil para quem precisa de sangue encontrar os doadores. O líquido também é vital para tratar feridos em emergências. "Temos essa parceria com as torcidas e com os jogadores que sempre nos prestigiam quanto o assunto é doar sangue", diz o diretor administrativo do Hemocentro, Arione de Paula, ao relembrar que diversas campanhas em parceria com os times goianos trouxeram ao Hemocentro muitos torcedores e um saldo positivo de bolsas para o estoque. As pessoas que tiverem interesse em se tornarem doadores regulares de sangue basta irem até a sede do órgão, na Capital, ou nos hemonúcleos presentes em várias cidades e regiões da Paraíba. São válidos os comprovantes de doações feitas desde a última segunda-feira (12) até às 18h desta quarta.

Um dia antes da doação é necessário dormir pelo menos 6 horas, não fumar qualquer tipo de substância química duas horas antes da doação, e não ingerir alimentos gordurosos e/ou bebidas alcoólicas.

Segundo a hematologista da instituição, Neila Jones, o São João é o segundo período de festas no ano em que o número de doadores cai, atrás apenas do Carnaval.

Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos de idade, sendo que a primeira doação deve ser feita obrigatoriamente até os 60 anos.

O que é preciso para ser doador? O intervalo mínimo deve ser de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.

Share