olemenews.com

Desporto

Empate polêmico na Ressacada

Share
Pedro Castro treinou com os reservas do Leão nesta quinta-feira- André Palma Ribeiro  Ava

O Flamengo começou a partida pressionando a saída de bola do Avaí. Rhodolfo é apresentado no Fla e afirma: 'Sonho de toda criança estar aqui'- Em jogo-treino, Flamengo goleia o Gonçalense no Ninho do Urubu- 'Vinícius Júnior tem espaço no Flamengo, mas não como titular'- Leia mais notícias sobre Flamengo em www.futnet.com.br/flamengoApós a saída de Paulo Victor, havia a expectativa, por alguns torcedores, de que houvesse a contratação de um novo goleiro para ser reserva de Muralha. Em uma primeira etapa sonolenta, o Avaí ainda se saiu melhor. Em seguida, mais uma boa jogada; Éverton roubou bola pela direita, analisou as possibilidades e deu cavadinha mirando Vinicius Júnior, mas a bola ficou com o goleiro. Os dois chegaram a trocar de posição no campo, mas não surtiu tanto efeito. Nos dez minutos finais, o Flamengo tentou e o Avaí se defendeu. Mais do que equívocos, o Rubro-negro se mostrou extremamente desorganizado. No lance mais perigoso, o veterano zagueiro Juan salvou na frente do gol.

Mesmo com várias mudanças promovidas pelo técnico Zé Ricardo, o time carioca não conseguiu esconder o nervosismo pela pressão sofrida nos últimos dias. Vinicius Júnior deu bom chute antes do relógio marcar o primeiro minuto. A bola foi para fora.

Aos 34 minutos um lance curioso chamou atenção na Ressacada. O atacante teve tempo para dominar, pensar e chutar fora do alcance de Thiago.

O gol não desestabilizou o Flamengo, que conseguiu acertar o meio-campo com Mancuello.

Após o empate, a equipe carioca continuou dando as cartas, com jogadas trabalhadas pelas laterais, e bola aérea.

O Flamengo continuou em cima e aos 18 Mancuello fez jogada individual, penetrou na área pela esquerda e soltou a bomba, mas Kozlinski espalmou para escanteio. O árbitro Paulo Schleich Vollkopf marcou pênalti e deu cartão amarelo para Everton. Depois de muita reclamação dos rubro-negros, a arbitragem recuou na marcação e levou os jogadores do Avaí à loucura.

Marinho ainda vai se comunicar com a equipe que atuou na partida em Florianópolis, inclusive com o inspetor de arbitragem, Nilson Monção, mas, além de negar a hipótese de interferência, apontou falha de comunicação entre a equipe de arbitragem, que só mudou a decisão cerca de dois minutos após a marcação da penalidade. A pressão foi lá e cá. Leia Mais- De acordo com Rodrigo Caetano, negociação de Geuvânio e Flamengo está em 'estágio avançado'- Xerife na área! No fim, sobrou vontade, mas faltou talento de ambos os lados. Leandro Silva lançou Romulo nas costas de Juan.

Share