olemenews.com

Saúde

Macaé libera vacina contra gripe para toda população

Share
Os idosos com mais de 60 anos são os que mais se vacinaram

A cobertura vacinal deste grupo, um dos mais vulneráveis para o contágio pelo vírus influenza, está muito baixa. "Em consequência disso, o público-alvo procurou menos os postos de saúde", explicou. Segundo o órgão, já foram aplicadas 84% do total de doses disponibilizadas pelo Ministério da Saúde (MS) para Amazonas, isto é, não haverá vacina suficiente para abrir a vacinação para o resto da população. "Para que não haja desperdício, já que estas vacinas só valem por um ano, decidimos estender a todas as faixas etárias, enquanto durarem os estoques", destacou. O objetivo é alcançar 90% das 54,2 milhões de pessoas incluídas no público-alvo, no entanto, até o dia 25, apenas 63,6% haviam se vacinado.

A campanha nacional de vacinação contra a gripe, programada para acabar em 26 de maio, foi prorrogada e segue até a próxima sexta-feira (9).

Carla Domingues, coordenadora Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, diz que é muito importante o público-alvo ainda se imunizar para evitar a gripe e suas possíveis complicações. Desde o início do ano até quinta-feira (1), já foram confirmadas 119 internações, das quais 107 foram pelo vírus do tipo A (H3N2), nove pelo influenza B e três pelo influenza A - sendo um confirmado para A (H1N1) e dois aguardando subtipagem. A meta determinada pelo Ministério da Saúde é de 90% do público-alvo, composto por gestantes, idosos, indígenas, crianças, professoras e puérperas.

A vacina já está disponível nos seguintes estados: Acre, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Roraima, Santa Catarina, Sergipe, Maranhão e Rondônia, e Distrito Federal. Entre as regiões do país, o Sul apresenta maior cobertura vacinal, com 83,7%, seguida pelas regiões Sudeste (76,6%), Centro-Oeste (75,5%); Nordeste (74,8%) e Norte (72,9%). Entretanto, em Minas Gerais, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) informou, ontem, que, até o momento, ainda não tem um posicionamento sobre a ampliação ou não da vacinação no estado. As doses estão disponíveis em todos os postos de saúde ligados o Sistema Único de Saúde (SUS).

Bernardino Albuquerque esclareceu que nos municípios do interior do Estado as equipes de vacinadores precisam fazer longas viagens para vacinar a população residente nas comunidades rurais desses municípios e que as doses aplicadas nessas localidades são inseridas no sistema apenas quando a equipe retorna ao município. Até o momento, não houve nenhuma sinalização de que mais doses de vacina contra a Gripe serão enviadas para os estados nem para os municípios para atender esse público excedente.

Share