olemenews.com

Desporto

Alison é relacionado pela primeira vez no Santos desde retorno de empréstimo

Share
Fagner participa de treino do Corinthians

Corinthians e Santos, mesmo que em posições distintas na tabela, disputam o dérbi paulista neste sábado (3), às 19h (de Brasília), pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, com foco total. O jogador não treinou na terça e quarta-feira, mas nesta quinta participou normalmente da atividade e, após a atividade comandada por Fábio Carille, "se escalou" para o clássico.

A partida terá transmissão ao vivo para todo Brasil, se você não pode ir ao estádio do Timão, fique tranquilo porque há como acompanhar toda a partida pela televisão ou pela internet.

Na Arena Itaquera, o Corinthians, de Rodriguinho, recebe o Santos no duelo entre o time que não perdeu nenhum clássico regional na temporada contra o que não venceu nenhum em 2017. O primeiro colocado é a Chapecoense, com o mesmo número de pontos, mas na frente pelo saldo de gols.

Vindo de dois triunfos como visitante, diante de Vitória e Atlético-GO, o time do Parque São Jorge vai encarar seu primeiro grande desafio da competição nacional. Além disso, no Campeonato Brasileiro, o Peixe teve um início irregular, com uma vitória e duas derrotas nas três primeiras rodadas.

"Nossa semana vem sendo boa, a equipe está focada no jogo de sábado contra o Corinthians".

Balbuena ainda se recupera de uma lesão na coxa direita. No centro da zaga, Pablo e Pedro Henrique serão os titulares. O sistema ofensivo do Corinthians, por outro lado, deve se manter inalterado, com Rodriguinho, Jadson, Romero e Jô.

O técnico do Timão relacionou 23 jogadores para o confronto. Não sei se o Jô usa o braço no gol. Fágner, Arana, nas laterais, e Maycon e Gabriel, no meio-campo, completam a equipe. A bola sobrou para Bruno Henrique, que não conseguiu fazer a finalização. Temos de entrar com a mesma dedicação nos jogos. "Sempre é especial jogar um clássico". Contra o Corinthians, o atacante vai chamar a responsabilidade para mudar a estatística. Depois de um momento de pressão do Santos, o Corinthians igualou as ações e aumentou suas chegadas ao ataque.

O Corinthians tem um fator extra para ganhar confiança: atuar em sua arena lotada. Apático na etapa final, o time de Dorival Jr. não teve forças para reagir.

Share