olemenews.com

Global

Explosão deixa mortos e feridos durante show de Ariana Grande

Share
Pùblico deixa show de Ariana Grande após explosões no Reino Unido

Uma fã de Ariana Grande divulgou, pelo Twitter, um vídeo que mostra a confusão causada pelo barulho.

Álvaro Covões lamentou, ainda assim, o "terrorismo absurdo" que se vive actualmente.

A explosão aconteceu perto da bilheteria da Manchester Arena, logo após o encerramento do show da cantora americana Ariana Grande no estádio.

O Estado Islâmico assumiu a autoria dos ataques.

As autoridades acreditam que se trata de um ataque terrorista, apesar de ainda não haver confirmação.

May suspendeu os seus próximos atos de campanha eleitoral, para as eleições antecipadas de 8 de junho.

A explosão terá ocorrido no exterior da Arena, alegadamente junto às bilheteiras, já depois do fim do concerto, quando os espectadores estavam a sair da sala de espectáculo. "Expresso minha mais profunda simpatia a todos os afetados por esse terrível evento, em particular as famílias e próximos daqueles que foram mortos ou feridos" neste "ato bárbaro", declarou a monarca em um comunicado.

Testemunhas que assistiam ao show descreveram à imprensa local cenas de pânico após ouvirem uma "enorme explosão".

Um porta-voz da gravadora de Ariana Grande disse que a cantora de 23 anos estava bem. De acordo com informações da Polícia, ao menos 22 pessoas morreram e 59 ficaram feridas.

Já a rapper Nicki Minaj, conhecida por colaborações de sucesso com Ariana, está entre as artistas que utilizaram as redes sociais para comentar o ataque. "Trabalhamos para determinar todo os detalhes do que está a ser investigado pela polícia como um horrível atentado terrorista", disse a primeira-ministra que vai reunir o gabinete de emergência ainda durante esta madrugada. "Não tenho palavras", escreveu a cantora norte-americana na sua conta da rede social Twitter.

"Arrasada. Do fundo do meu coração, eu sinto muito, muito".

Share