olemenews.com

Desporto

Clayson faz exames finais para assinar contrato com Corinthians

Share
Ponte Preta espera casa cheia diante do Sport

Diante de sua torcida, a Macaca queria esquecer de vez a derrota na final do Paulistão para o Corinthians e parece já ter superado não só o vice-campeonato estadual, mas também a saída de um dos principais jogadores da equipe: William Pottker. Depois de muito insistir, os campineiros conseguiram abrir o placar aos 39 minutos de bola rolando.

Os gols, no entanto, não são a característica principal de Clayson, que atua pelos lados de campo. Já o Sport, que poupou alguns titulares porque vai disputar a final da Copa do Nordeste nesta quarta-feira contra o Bahia, segue zerado. Antes, Lucca recebeu de Clayson e, na cara do goleiro Magrão, finalizou para fora. Recentemente o time conquistou a vaga para a segunda fase da Copa Sul-Americana com um empate contra o Gimnasia La Plata da Argentina. Aos 39 Lucca aproveitou o escanteio cobrado por Ravanelli para subir mais alto que a zaga e, enfim, estufar as redes. O árbitro assinalou pênalti depois da bola desviada por Lucca acertar o braço de Evandro. Já o técnico Gilson Kleina não pode ficar no banco de reservas, cumprindo uma suspensão do Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) dos tempos que comandava o Goiás. Na cobrança, Clayson pediu para bater e mostrou qualidade para mandar no canto de Magrão, sem nenhuma chance. A missão ficou com o auxiliar João Brigatti.

O segundo compromisso da Ponte Preta pelo Campeonato Brasileiro acontece no próximo domingo, contra o Botafogo, fora de casa.

GOLS - Lucca, aos 40, e Nino Paraíba, aos 44 minutos do primeiro tempo; Clayson, aos 27 (pênalti) e aos 47 minutos do segundo tempo.

PONTE PRETA - Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Kadu e João Lucas (Fernandinho); Naldo, Elton, Jadson (Wendel) e Ravanelli (Xuxa); Clayson e Lucca.

SPORT - Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Igor e Evandro; Neto, Rodrigo (Lenis) e Everton Felipe; Osvaldo (Fabrício), André e Rogério (Juninho).

ÁRBITRO - Marcos Mateus Pereira (MS).

Share