olemenews.com

Saúde

Apenas 27,5% do público-alvo receberam vacina da gripe no Brasil

Share
Unidade de saúde abre para tirar dúvidas de pacientes que tomaram vacina da gripe

A meta da secretaria é vacinar 90% da população alvo, cerca de 1,4 milhão de pessoas.

Neste sábado, dia 13, em todos os postos de vacinação do país estará funcionando o Dia "D" de mobilização contra a gripe. "É preciso ressaltar que seguimos determinação do Ministério da Saúde e que as doses da vacina são exclusivas para atender estes pacientes".

Pessoas que perderem o período destacado para seu grupo poderão se vacinar a qualquer tempo, desde que respeitada a data de início de cada público. Entre os Estados, Paraná (53,1%), Rio Grande do Sul (47,2%) e Santa Catarina (43,3%) têm as maiores coberturas.

Das crianças na faixa etária de seis meses a menores de 5 anos (quatro anos 11 meses e 29 dias), receberam a dose contra a gripe 3.816, ou seja, 19,2% do total estimado de 19.855 crianças.

Já foram atendidos os grupos de pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, apresentando prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina no ato da vacinação.

Além desses locais, os professores também poderão ser vacinados nas Unidades de Saúde da Família (USFs), sempre portando um documento de identidade com foto e o contracheque que comprove a profissão.

De acordo com a chefe da Imunização da SMS, Chiara Dantas, o cronograma da vacinação foi construído conforme as remessas de vacinas recebidas, priorizando os grupos que estão mais expostos.

Todas as vacinas que resultaram em infecção foram aplicadas no dia 27 de abril, na Unidade de Saúde Medianeira, que fica no bairro Boa Vista. "Estamos ligando para essas pessoas para tentar identificar algum caso que ainda possa não ter sido identificado pelo serviço de saúde, e aproveitando a imprensa e a mídia para divulgar para essas pessoas que eventualmente apresentem algum sinal de complicação depois da vacinação, que tenham dúvida em relação a isso, que procurem atendimento médico", explicou.

Este é o primeiro ano que os professores, tanto da rede pública como privada, passam a fazer parte do público-alvo da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza. Que são os grupos mais vulneráveis aos quadros graves e complicações da doença. Para a coordenadora nacional do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Carla Domingues, a imunização dentro do prazo da ação do governo é importante para evitar o agravamento da doença. Os sintomas da gripe são: febre, tosse ou dor na garganta, além de outros, como dor de cabeça, dor muscular e nas articulações.

Share