olemenews.com

Saúde

Cerveja é mais eficaz contra dores do que paracetamol, diz estudo

Share
Cerveja mais eficaz que o paracetamol no combate à dor

Já imaginou sentir dor e ao invés de tomar um analgésico recorrer a cerveja para melhorar? Uma pesquisa realizada na Universidade de Greenwich, em Londres, trouxe à tona um tema que 10 entre 8 brasileiros admiradores de uma gelada (ironia mode on) já sabiam. O seu estudo concluiu que dois pints de cerveja, o equivalente a dois copos de 473 mililitros, contribuem para atenuar um quatro da intensidade dor sentida.

Os autores analisaram mais de 18 outros estudos para chegar a esse conselho etílico que todo mundo que gosta de uma cervejinha esperava.

"As descobertas sugerem que o álcool é um analgésico eficaz que proporciona reduções clinicamente relevantes nas classificações da intensidade da dor, o que pode explicar o mau uso do álcool nas pessoas com dores crônicas, apesar das suas potenciais consequências para a saúde a longo prazo", afirmam ainda os pesquisadores.

"O álcool pode ser comparado a drogas opiáceas, como a codeína, e os efeitos podem ser mais poderosos que tomar paracetamol", revela Trevor Thompson, líder do estudo, ao The Sun. No entanto, não é conclusivo se o álcool reduz o sentimento de dor porque afeta recetores cerebrais ou porque apenas diminui a ansiedade, o que nos faz pensar que a dor não é tão forte.

Share