olemenews.com

Desporto

Polícia detém suspeito de ataque a autocarro do Dortmund

Share
SASCHA SCHUERMANN

"A Procuradoria Federal determinou a detenção nesta sexta-feira na região de Tubinga (sudoeste) de um cidadão germânico-russo de 28 anos, Sergej W.", afirma um comunicado. O homem terá avançado com o atentado e agora é acusado de tentativa de homícidio.

"Para a compra desses produtos, o suspeito contratou crédito de dezenas de milhares de euros", explicou o representante da procuradoria, Frauke Kohler. Para isso, ele teria usado, segundo os investigadores, o endereço IP do hotel L'Arrivée da equipa, onde ele tinha estado um pouco antes do ataque. O suspeito teria pedido um empréstimo de uma soma de cinco dígitos para comprar ativos financeiros apostando em uma queda nas ações do clube alemão, de acordo com o porta-voz da promotoria Frauke Koehler. Enquanto outras pessoas corriam pelo hotel em pânico, o suspeito foi comer ao restaurante do hotel. O ônibus do time alemão foi atingido por três explosões, que quebraram uma janela dos fundos do veículo. Um policial que escoltava o ônibus sofreu traumatismos pela explosão.

No ataque, ficou ferido apenas o jogador espanhol Marc Bartra, do Borussia. O aguardado duelo entre Real Madrid e Atlético Madrid, que decidiu duas das últimas edições da competição, será disputado em 2 e 10 de maio, enquanto Monaco e Juventus ocorrerá nos dias 3 e 9 do mesmo mês.

"Os últimos acontecimentos levaram-nos a tomar outro tipo de medidas de segurança", acrescentou.

Apresentar o suspeito como terrorista "é também uma forma ruim de jogar com o medo da população", lamentou o ministro do Interior Tomas de Maizière.

Contudo, surgiram dúvidas do que realmente acontecera, quando as autoridades policias depararam-se com uma carta no local do ataque, alegadamente de radicais islâmicos a reivindicar o ataque, colocando em causa a autenticidade da mesma. Agora, por 3-1. A equipa dos portugueses Leonardo Jardim, João Moutinho e Bernardo Silva apurou-se para as meias-finais com um resultado agregado de 6-3 entre os dois jogos.

Entretanto, Hans-Joachim Watzke, diretor-executivo do clube, anunciou hoje que o Borussia está em vias de criar uma unidade de proteção aos seus jogadores.

Share