olemenews.com

Saúde

Vacinação contra a gripe começa na terça-feira (18) em Salvador

Share
Vacinação para o público-alvo inicia na próxima segunda

A Campanha de Vacinação contra a Influenza foi iniciada nesta segunda-feira (17) em Alagoas para os profissionais da saúde. A campanha também vai contar com a vacinação da população pelos Ambulatórios Gerais (AGs) do município.

De acordo com o secretário, a partir do dia 24 de abril será a vez das gestantes, mulheres no pós-parto, crianças de 6 meses e menores de 5 anos e também indígenas.

Na terceira etapa, que será realizada na semana do dia 2 de maio, serão vacinados os moradores com comorbidades (tipos específicos de doenças).

Uma das novidades da campanha é a inclusão dos professores da educação das redes de ensino básico e superior público e privado.

De acordo com coordenadora de Vigilância Epidemiológica de Mato Grosso, Flávia Guimarães, esse ano as doses para vacinação foram divididas em sete etapas. Diferente dos outros anos, em que a meta era 80%, o objetivo agora é vacinar pelo menos 90% do público-alvo. O restante está sendo distribuído para a população, seguindo o critério dos grupos de risco, formados por mais de 51 mil pessoas.

Os profissionais de saúde e crianças de seis meses até dois anos de idade começaram a ser imunizados contra a gripe nesta terça-feira, dia 18, em 65 unidades de saúde da Capital.

Como a entrega das doses da vacina vai acontecer de forma parcelada, foi estabelecido um cronograma de imunização. A vacinação é a intervenção mais importante na redução do impacto da influenza. No entanto, os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais deverão apresentar o laudo médico, receita, carteirinhas dos programas de saúde, prescrição médica ou outro documento que comprove a sua condição clínica para receber o imunobiológico.

O Dia D da vacinação será 13 de maio. Os postos de vacinação funcionarão de segunda à sexta-feira, das 8h da manhã às 17h.

A técnica de enfermagem Viviane Castro, de 35 anos, faz questão de se vacinar anualmente. Estima-se que, em média, as cepas A causem 75% das infecções, mas, em algumas temporadas, ocorre o predomínio das cepas B. Este ano a vacina combate as cepas A e B.

Share