olemenews.com

Ciência

Asteróide vai passar próximo da Terra, sem risco de colisão

Share
Getty Images					Clique para ampliar

Um asteroide com cerca de 650 metros de diâmetro vai passar na quarta-feira a uma distância relativamente próxima da Terra, mas sem representar perigo, anunciou hoje a agência espacial norte-americana.

Em 2004, um asteróide muito maior, com 4,6 quilómetros de comprimento e 2,4 quilómetros de largura passou, a 1,54 milhões de quilómetros da Terra, uma distância quatro vezes superior à que separa a Terra da Lua. Outra curiosidade é a alcunha deste asteróide, que é também conhecido como 'The Rock' em homenagem ao tamanho do conhecido ator e ex-lutador de wrestling. Sua superfície, duas vezes mais reflexiva que a da Lua, será visível por um pequeno telescópio durante um ou duas noites. Análises feitas pelos astrónomos do Catalina Sky Survey em Tucson, Arizona (Estados Unidos), um projeto da NASA em parceria com a Universidade do Arizona, permitiram estudar inteiramente a trajetória do asteróide e saber que tem uma superfície duas vezes mais refletiva do que a Lua. A aproximação de pequenos asteroides também não é tida como novidade, sendo estas ocasiões francamente frequentes e inofensivas.

A última vez que o 2014-JO25 visitou a Terra foi há 400 anos e ele não voltará a passar perto do nosso planeta dentro de, pelo menos, 2.600 anos.

A Nasa também considerou que não apresentava nenhum risco para o planeta Terra, pelo menos durante 558 anos, quando voltará a passar perto, desta vez a uma distância muito menor.

E 2014 JO25 não estará viajando perto do nosso planeta sozinho.

Share